Em entrevista Luan Santana revela: ‘Menina difícil é melhor’

Luan Santana grava mais uma etapa do seu terceiro DVD da carreira neste sábado (18), no Citibank Hall, na Barra da Tijuca, Rio de Janeiro. O cantor de 22 anos promete, porém, que vai mostrar pelo menos duas músicas novas no show carioca: “Cabô, cabô” e “Garotas não merecem chorar”, além do single “Te esperando”.

“Vai ser lindo fazer essas músicas aí no Rio pela primeira vez. Estou ansioso”— diz Luan, por telefone, enquanto embarca para o Mato Grosso do Sul para realizar mais uma apresentação. “O Rio tem os fãs mais calorosos. Eles querem sempre chegar perto, tocar. Já fiquei sabendo que tem gente na fila desde o sábado passado. É uma coisa louca!”

O galã da música sertaneja jura que esse agarramento todo não provoca ciúme em sua namorada, Jade Magalhães, de 19 anos, com quem tem um relacionamento desde outubro.

“Eu ficava mais preocupado antes de assumir o namoro. Não podia deixar que as fãs abusassem, mas mas também não queria que elas sentissem que eu estava distante. Mas, quando tornei público o namoro, as meninas passaram a respeitar meu momento. E a Jade também é muito tranquila”, garante o astro pop nascido em Campo Grande.

Enquanto garotas do Brasil inteiro tentam descobrir o que a sortuda Jade tem que elas não têm, Luan revela que, para conquistá-lo, acima de tudo, a menina precisa ser “na dela”.

“Para mim, a menina tem que ser mais no canto, recatada. Quando Jade e eu nos conhecemos, em um show, não ficamos de primeira. Ela não deu abertura logo cedo, e achei isso legal. Resumindo: menina difícil é melhor”, opina o cantor, entregando, ainda, qual parte do corpo de uma mulher ele nota primeiro: — A boca.

Luan conta que o momento apaixonado que está vivendo também está transformando suas músicas. As letras românticas, que são sua marca, continuam dominando o repertório, mas, agora, ele prefere cantar um amor mais realista, menos meloso.

“É bom falar sobre coisas que acontecem na vida real. Só assim as pessoas se sentem tocadas pelas letras, e criar uma identificação com o público é o mais importante para um cantor”, observa Luan, que se diz um “romântico do mundo real”. —

“Dou muito valor aos gestos que fazem diferença no dia a dia. Já compûs uma música para a Jade (intitulada ‘Raridade’) e também viajei do Paraná ao Mato Grosso do Sul só para encontrá-la por uma noite”, revelou Luan.

Mas, para contrabalançar as canções românticas, Luan também pretende jogar uma pitada do pop de balada no novo CD e DVD.

“O DVD vai ter músicas para a galera ouvir em casa, com o fone de ouvido, e também na balada. O desafio maior vai ser falar de amor na balada. Quero mostrar que não é preciso falar de coisas superficias para fazer sucesso nas pistas”, afirma o músico, que, em 2013, completa seis anos de carreira.

Fonte: O Globo – Cultura

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: