Amor ou maluquice?

A mais tocada no Brasil há meses, ‘Te esperando’, com Luan Santana, chama a  atenção por seu romantismo bizarro, entrando na linhagem de músicas como ‘Esse  cara sou eu’.

RIO – Menino conhece menina, ambos ali pelos 20. Ele tenta, ela dispensa. Num  devaneio, ele imagina a vida dela seguindo: a moça conhece outro cara (“Na fila  de um banco/ Um tal de Fernando/ Um lance assim sem graça”), casa-se com ele sem  amá-lo, sustenta o casamento por anos por causa dos filhos… Por fim, imagina  que ela vai se lembrar da juventude e se perguntar por onde aquele garoto (ele)  deve andar. E brada: “Eu vou estar te esperando/ Nem que já esteja velhinha  gagá/ Com noventa, viúva, sozinha, não vou me importar/ Vou ligar, te chamar pra  sair/ Namorar no sofá”.

A declaração — entre o romantismo da paixão eterna e a obsessão de tons  bizarros — está na música “Te esperando”, que, na voz de Luan Santana, é a mais  tocada no Brasil desde o fim de março, quando foi lançada. Rara em sua incursão  na paixão na terceira idade (com direito a cadeira de balanço na letra), ela faz  parte de uma linhagem de canções de amor exacerbado que, com menos ou mais humor  ou leveza, ficam no limite entre a loucura e o romance. Uma tradição que vai da  quase psicopata “Every breath you take” (“Cada respirada que você der/ Cada  movimento que você fizer/ Cada elo que você quebrar/ Cada passo que você der/ Eu  estarei observando você”) à exagerada “Por você” (“Eu iria a pé do Rio a  Salvador”), passando pela masoquista “Cigana” (“Maltrata de vez/ Estou com  saudade/ E a sua maldade me faz delirar”) e pela sufocante “Esse cara sou eu”  (“O cara que pensa em você toda hora/ Que conta os segundos se você demora/ Que  está todo o tempo querendo te ver/ Porque já não sabe ficar sem você/ E no meio  da noite te chama/ Pra dizer que te ama”).

Luan não tem dúvida quando pensa se a música retrata amor ou loucura:

— Sinto que tem um monte de “maluco” por aí, porque essas músicas tocam mesmo  no coração das pessoas. O que tem de gente que chega pra mim e fala: “‘Te  esperando’ é a música da minha vida, é a minha história”. Então, tem um monte de  gente que ficaria esperando uma vida inteira. Não se trata de romantismo  exagerado, exacerbado — diz, por e-mail, citando Carlos Drummond de Andrade  (“Amar se aprende amando”) e Vinicius de Moraes (“Escravo da alegria”), além de  Gabriel García Márquez. — Estou numa fase de leitura. Ganhei o livro “O amor nos  tempos do cólera”, com a dedicatória: “Se Florentino Ariza e Fermina Daza  vivessem a sua história hoje, certamente ‘Te esperando’ seria a trilha sonora do  casal”.

Autor da canção, Bruno Caliman realça o romantismo, mas reconhece o humor da  letra:

— As músicas estavam falando de um amor muito rápido, ninguém espera ninguém,  se quer, quer, se não quer, tchau. “Camaro amarelo”, que fiz, é assim. Quis  desta vez uma música sobre um cara que não esperasse a menina por dois ou dez  anos, mas pela vida inteira. As pessoas têm que ter paciência com seus sonhos,  elas desistem fácil. Às vezes vale a pena esperar. Nem tanto, claro, ali é  licença poética. Pensei no humor também, “velhinha gagá”. Se eu fosse  classificar a música que faço, seria comédia romântica.

Letrista de “Por você”, lançada pelo parceiro Frejat, Mauro Sta. Cecília  conta que as promessas dos versos podem ter outra leitura:

— Toni Platão brinca que é a música mais canalha que existe — conta. — Mas  escrevi para uma mulher, uma relação que estava subindo no telhado. Estava  vivendo aquilo, sentindo.

Luiz Carlos, do Raça Negra, letrista de “Cigana”, resume:

— O amor é algo maluco.

Fonte: O Globo

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: